segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Tia Ema


Lembras-me a tua irmã... a minha avó!
És tão grande nesse teu corpo pequeno, a fingir que és a mulher mais forte do mundo. A dizer à terra que estás bem e que não precisas de nada, quando estás mal e precisas de tudo! A perguntar aos teus se precisam de (mais) alguma coisa, como se te ter a ti já não bastasse. Como se não nos chegasse ter alguém como tu no nosso coração! Só precisamos que sejas feliz!
Mesmo quando já não te lembras de mim, eu faço questão de te dar um beijinho nesse rosto cheio de tempo, histórias e memórias e dizer-te outra e outra vez quem sou. E tu dizes «Ai, mas que crescida e que bonita que estás!». E eu sei que, apesar de o dizeres, a tua cabeça não te deixa recordar esta criança que te escreve.
Eu recordo-me de ti assim como recordo a minha avó! Duas irmãs da terra do mar, com almas de ouro, em corpos pequenos, magros e frágeis, berços de duas grandes mulheres, que o tempo tem pressa de me roubar!

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

O mundo é dos que têm voz


Querida,
O mundo é dos que têm voz... não percas tempo, minha filha, vai! O mundo não espera por ninguém e tu também não devias esperar pelo Mundo. Atira-te a ele e agarra as suas asas para poderes voar!
Olha para ti... de menina a mulher. Cresceste em ti e em mim. És grande! E agora, estamos longe, tão longe! Perdoa-me se não me consegues ouvir a sussurrar ao vento que te amo, que sinto a tua falta e que tu foste a razão pela qual me levantei todos os dias para continuar a lutar contra aquilo que me pesa no corpo! Perdoa-me, embora nesta história não haja culpados. Apenas as circunstâncias mudaram e temos de as aceitar para conseguir seguir em frente.
E peço-te para que o amor não nos deixe enquanto vivemos! Peço-te que nunca desistas do amor, porque sem ele a vida não é nada!
O teu pai, este homem que te escreve, já não tem a força da flor da tua idade. Estou preso ao que resta de mim e a um pedaço de metal com rodas que me leva aos quatro cantos desta casa onde houve felicidade, em tempos. Mas conhecendo a tua história, a tua coragem e a tua garra (igual à da tua mãe), estou certo de que mudarás vidas. Tocarás a vida de quem mais precisa de ti, sei disso! E fico tão orgulhoso da minha filha. 
Faz o que te traz mais felicidade com todo o teu coração e terás em ti todos os sonhos possíveis! Serás a mulher que sempre desejaste ser e tornarás o que te rodeia mais doce e com mais cor e com mais fé!
Continua a elevar-te,
Com o maior carinho,
Pai